quinta-feira, janeiro 14, 2021

10 plantas resistentes e (quase) impossíveis de matar

Gostas muito de plantas, queres ter a casa mais feliz, bonita e verde mas continuas a dizer que não vais conseguir manter viva nem uma planta de plástico? Então este post é para ti!

Nem imaginas a quantidade de mensagens que recebo a lamentar a falta de jeito que algumas pessoas pensam que têm para cuidar de plantas! 

É preciso acabar com esta limitação que começa mesmo antes da experiência, até porque com calma, amor e a escolha certa, qualquer pessoa consegue!

O primeiro truque começa na escolha das plantas que vais adoptar e hoje dou-te uma ajuda falando de 10 plantas, que na minha opinião, são a escolha certa para quem quer começar o seu jardim particular.


1. MONSTERA DELICIOSA 

É quase sempre a minha primeira sugestão, não só porque é linda, mas também porque foi a minha primeira planta há uns anos, tenho um carinho muito especial por ela e sei por experiência própria que é fácil de cuidar.

Viverá feliz se a colocares perto de uma janela com luz indireta, mantendo o substrato húmido (sem encharcar, na dúvida usa a técnica maravilhosa do espetar o dedo na terra).

Limpa regularmente as suas belas folhas com um pano molhado em água morna. Deves fazer isto não só por uma questão de higiene e estética, mas também para que a planta consiga fazer corretamente a fotossíntese, gerando assim o "alimento" que vai permitir que cresça saudável.   

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


2. POTHOS 

Jiboia como é conhecida no Brasil, Epipremenum como é encontrada na wikipedia ou até "Rainha Dourada" como tantos a conhecem.

Quase que arrisco dizer que esta trepadeira é a planta mais fácil de manter e qualquer pessoa consegue que cresça feliz e linda!

Não exige grande manutenção e adapta-se bem a quase todos os ambientes mas não gosta do frio em exagero, é como eu e prefere o calor!

Se a colocares em vaso com tutor, verás com o tempo que as suas folhas vão crescer mais largas, mas suspensa também fica linda e dá um toque especial á decoração do espaço.   

Bónus, diz-se que esta é uma planta protetora, mas disso falo-te num outro post! 

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


3. ZAMIOCULCA

Zezinha para os amigos! 

Tenho que vos confessar que não é das minhas preferidas, mas que é uma das mais resistentes, lá isso não posso negar. Mesmo nos cantos mais sombrios ela se mantém fresca, feliz e sem grandes exigências.

Água uma vez por semana, limpeza das folhas e lá está ela brilhante e encantadora!

 

4. LÍRIO DA PAZ

Esta é daquelas plantas fofinhas que te vai dizer quando precisa de água, basta observares as suas folhas e se estiverem "murchas", já sabes, tem sede!

Limpa regularmente as suas folhas, corta as que estiverem amareladas ou castanhas (isto quase sempre indica luz a mais) e será feliz até no canto mais sombrio da casa, já que não é fã de luz solar.

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


5. MONSTERA MINIMA | RAPHIDOPHORA TETRASPERMA

Esta menina é uma das minhas preferidas, normalmente não é sugerida como sendo uma planta de fácil trato, mas eu acho isso tão injusto que não podia deixar de a incluir na minha lista de sugestões!

É linda e aprecia muita claridade, mas não gosta de sol direto. Com os suportes certos ela vai trepar e tornar o espaço que escolheres para ela digno de capa de revista!

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


6. MONSTERA ADANSONII MONKEY LEAF

Sim, é mais uma monstera especial que tem sido um sucesso cá em casa, cresce imparável e vai dando à luz vários filhinhos que tenho oferecido a amigas, por tudo isto, é claro que tenho que a sugerir!

Gosta de calor e de um ambiente mais húmido, mas não suporta os raios de sol diretos, especialmente nas horas de maior calor. No verão adora que a borrifes de vez em quando! 

Rega frequente mas em pouca quantidade, basicamente o mesmo truque para quase todas, manter a terra sempre molhada sem afogar!

Sugiro que uma semana depois (mais ou menos) após trazeres esta planta para casa, a mudes para outro vaso com novo substrato.

A minha gosta muito que lhe cante aquela canção: "cinco macacos estavam a saltar, numa teia de aranhaaaaa"! :)

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


7. CACTOS  


Como sabemos, o facto de armazenarem muita água permite que não seja necessária uma rega frequente e às vezes acabamos até por nos esquecer que estão ali e eles lá continuam grandes e maravilhosos!

A única dica que tenho para te dizer e que talvez não vá agradar, é que não recomendo que tenhas os cactos dentro de casa. Num parapeito de uma janela, num quintal, numa varanda sim, até são protetores, dentro de casa sempre me disse uma pessoa muito sábia que não é bom, os espinhos têm uma energia repelente e de defesa o que poderá criar conflitos entre a família.   


8. SANSEVIÉRA  


Aguenta calor, aguenta frio, adapta-se a quase todos os ambientes, apenas precisa de rega quando o substrato estiver seco e sem grande necessidade de cuidados vai proteger-te de más energias (mas mais uma vez te digo que disto falaremos para a próxima!).

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


9. SAMAMBAIA

Adora sombra e humidade mas precisa de receber os raios de sol de forma indireta. A minha está perto da janela onde tem bastante claridade indireta e tem-se dado lindamente.

De vez em quando leva-a até à a banheira e dá-lhe uma banhoca de água morna, vai sentir-se na floresta tropical e agradecer-te com folhinhas bem brilhantes e saudáveis!

Dica esotérica, nunca a coloques suspensa sobre um local de passagem ou sobre uma cadeira/ banco/ sofá.


10. CLOROFITO



Já vos falei desta menina que além de ser um maravilhoso purificador de ar natural, é das  mais resistentes, tolerando até a falta de cuidado e ar condicionado.

São perfeitas para cozinhas, já que ajudam a eliminar os maus odores o que pode ser muito bom na altura de fazer fritos, por exemplo!

Não necessita de sol direto e se a regares duas a três vezes por mês deverá ser suficiente, de qualquer forma já sabes, usa o dedo para perceberes como está o solo!







quarta-feira, novembro 04, 2020

Tarte de Leite com Massa Filó ❤


Faço esta tarte há muitos anos desde que vi a receita pela primeira vez no blogue Coco e Baunilha e nunca me farto dela, eu e todas as pessoas que a experimentam!

Cada vez que partilho no instagram alguma foto, pedem-me para partilhar a receita e por isso resolvi deixar aqui a minha versão onde alterei um pouco as quantidades, saltei alguns passos (sou uma pessoa impaciente, vocês sabem!) e a tornei um pouco mais rápida de preparar usando a Bimby.

Em todo o caso podem e devem ir espreitar a receita da Patrícia! 

Ainda tentei fazer uma versão sem glúten, mas não se aproveitou nada, se descobrirem como substituir a massa filó, partilhem comigo!


INGREDIENTES 

8 folhas de massa filó

❤ margarina liquida ou manteiga derretida qb 

❤ 300 ml leite

100 ml natas

❤ 4 ovos

❤ 80 g de açúcar mascavado

❤ 1 vagem de baunilha (opcional)


PREPARAÇÃO

1º passo

Forra a forma com papel vegetal (prefiro usar uma forma de aro com fundo amovível para ser mais fácil desenformar. Forma de 20 cm é a ideal)

Estende cada folha de massa filó na bancada, pincela com a margarina/ manteiga e com algum cuidado para não rasgar, enrola em caracol. 

(deixo abaixo um vídeo para dar uma ajuda a perceber melhor este passo)


Depois de todas as folhas estarem na forma, polvilha com canela e leva ao forno pré aquecido a 170º cerca de 15 minutos (ou até estarem douradas).


2º passo

Enquanto as folhas estão no forno, prepara o creme!

Na bimby junta o leite, as natas, os ovos, o açúcar e o interior da vagem de baunilha e programa 7 minutos, Temp.90, Vel. 3.

* Sugestão de preparação em modo tradicional: Levar ao lume os ingredientes mexendo bem até tornar a mistura mais cremosa (nunca testei em modo tradicional, é apenas sugestão!)

Deita este creme sobre a forma com as rosas e volta a levar ao forno por mais 30 minutos (depende do forno, vão verificando) a 170º.


3º passo

Desenforma (deixa que arrefeça um pouco para não se desmanchar), polvilha com canela e açúcar em pó, prova ainda morna e nunca mais deixarás de fazer esta maravilha!



                                                                            




terça-feira, outubro 20, 2020

Plantas Infelizes no inverno - 7 razões




É verdade que as plantas adoecem mais facilmente no inverno, mas às vezes não é a mudança de estação, às vezes és tu que não estás a dar a atenção necessária à tua planta!


7 razões que podem explicar porque as tuas plantas não estão felizes!


 REGAS SEM PENSAR 

Insisto sempre nisto porque a verdade é que muitas plantas morrem afogadas e temos que acabar com esta tendência!

É simples na verdade.

Seja inverno ou seja verão, não tenhas medo de enfiar o dedo no substrato para perceber se as tuas plantas precisam ou não de água.


 A QUE HORAS REGAS AS TUAS PLANTAS? 

Não basta ter cuidado com o número das regas, é necessário ter cuidado com a hora da rega. 

Seja em que estação for, deves regar sempre as tuas plantas de manhã. No verão porque se as regares durante as horas de maior calor, poderão sofrer com o choque térmico e no inverno porque assim vais dar tempo para que sequem um pouco antes do anoitecer, evitando a criação de fungos que podem dar cabo das tuas meninas em três tempos.


  TIRAS AS MEDIDAS ÀS TUAS PLANTAS?

Que é como quem diz, olhas para elas com olhos de ver? 

Espreitas e tocas as folhas e o subbstrato para perceber se andam por ali bichezas?  Se com o verão quente que tivemos este ano foi uma farturinha em termos de pragas, prepara-te porque no inverno elas não desaparecem!

Uma limpeza regular das folhas ajuda muito a prevenir e há mil receitas de soluções caseiras e naturais por essa internet fora e que são um bom recurso à prevenção.


 LEVAS AS TUAS PLANTAS AO SALÃO DE BELEZA?

Se cortas o cabelo e as unhas aos miúdos, porque raio achas que as plantas não precisam que lhes cortes as folhas mortas?

Se há folhas doentes ou partidas, devem ser cortadas para revigorar a planta, assim como as folhas secas devem ser retiradas para não criarem fungos.


 ESTÁS A ENGORDAR AS TUAS PLANTAS PARA O NATAL?

 Já regaste, já limpaste, já trataste e como ainda a achas fraquinha, vai de lhe dar fertilizante!

Não faças isso, "alimento" a mais vai matá-las!. 

É verdade que para se desenvolverem bem as bichinhas necessitam de nutrientes, mas tem sempre em atenção a época do ano em que nos encontramos. No inverno por exemplo, a única fertilização que eventualmente poderás utilizar é a que é feita com adubos de libertação lenta. (sabes aquelas bolinhas que por vezes vêm no substrato da planta quando compras? são adubos de fertilização lenta)  


 ESTAVA TÃO ARREPIADINHA QUE ACHASTE QUE PRECISAVA DE UM ARZINHO?

Não exponhas as tuas plantas a correntes de ar, algumas são umas autenticas divas e vão chatear-se tanto com isto que te vão falecer só de vingança!


 OLHASTE PARA AQUELA MIÚDA QUE CRESCEU TANTO E ACHASTE POR BEM OFERECER-LHE CASA NOVA?

Nesta altura do ano as plantas estão em descanso, tenta deixá-las sossegadas e evita fazer mudas de vasos agora. Quando chegar a primavera será a altura ideal para fazer a mudança!




E desse lado, tens alguma dica para partilhar comigo?






sexta-feira, julho 17, 2020

Hoje dá para rir, mas na altura não teve piada!



Desde o inicio desta ultima gravidez que todas as noites colocava progesterona, comprimido vaginal.

Naquela noite, como em todas, já com luzes apagadas e apenas com a luz da tv que estava ligada, coloco o tal comprimido, vou ao wc lavar as mãos e volto para a cama.

Passados alguns minutos, começo a sentir um ardor ligeiro que rapidamente se torna insuportável. Volto ao wc e juro, parecia que estava a sair de mim um banho de prata derretida, uma coisa super estranha e fico assustada!

De repente faz-se-me um click cerebral e peço ao meu namorado para ver que caixa estava na mesa de cabeceira, já com o coração a querer saltar. Choque… eram as vitaminas gestacare que tomava todas as manhãs! 

O formato dos comprimidos é muito idêntico, só muda a cor, que obviamente não reparei pela ausência de luz!

Entrei em pânico e fiquei para morrer, não acreditando que depois de tanto que passara para chegar aqui, poderia ter feito mal ao bebé por uma estupidez tão grande! Voámos para a urgência do Beatriz Ângelo (nem coloquei hipótese de ir onde estava a ser seguida, só queria ir para o hospital mais perto e ter ajuda imediata!) onde cheguei num estado de ansiedade tão grande que uma grávida que estava em final de tempo na sala de espera pediu que me deixassem entrar primeiro! 

Entretanto já deitada na marquesa e com dois médicos de olhos postos dentro de mim, o ardor acalmou e a médica disse: 

“Pronto, isto já não dá para tirar nada, mas também não faz mal nenhum. Não se aguenta é o cheiro, mas olhe, tome três banhos e pode ser que a coisa acalme!” 

Se em criança tomaram aquelas vitaminas horrorosas de óleo de fígado de bacalhau que insistiam em dar-nos, certamente que se lembram do cheiro que aquilo tinha, certo? Pois durante dois ou três dias eu era a própria da garrafa aberta do xarope de óleo de fígado de bacalhau!

Isto agora dá para rir e na altura pelos corredores daquele hospital eu devo ter sido anedota, mas na altura foi um cagaço do caraças!

sexta-feira, novembro 23, 2018

Cheesecake Romã do Amor ❤


Aos poucos vai voltando a vontade de passar mais tempo na cozinha, mas somos 5 em casa (5 onde se inclui uma bebé que gosta mesmo é de estar colada a nós!) e acreditem que isto deixa-nos tão felizes quanto exaustos, o que faz com que queiramos aproveitar os raros momentos livres para simplesmente estar sem fazer nada!

Algumas pessoas entenderão, outras não imaginarão sequer o caos em que em alguns momentos pode ficar uma casa cheia e isto parecendo que não, cansa!

Mas como comecei por dizer, aos poucos e talvez motivados pelo tempo frio que se faz sentir, vai apetecendo fazer coisas boas na cozinha. Um dia destes o homem cá de casa fez cheesecake para levar para um lanche no trabalho e a pedido de tanta gente, partilho agora a receita que espero mesmo que experimentem, vale muito a pena!

Na Lista de Compras do Meu Amor 

1 pacote de bolacha Maria (também podem utilizar bolacha digestiva ou bolacha oreo)

80 gr. Manteiga sem sal (acabo sempre por me esquecer de comprar e uso com sal)

Meio litro leite

4 ovos

120 gr. queijo-creme (1 embalagem)

1 pacote natas

2 pacotes de cuajada

170 gr. açúcar

compota de romã

Bagos de romã

Na Bancada da Nossa Cozinha 

O Lino triturou as bolachas na Bimby alguns segundos na vel.7, juntou a manteiga e programou 3mn/Temp.60Cº/Vel.5. (na falta de bimby, é usar o liquidificador, mas convém que a manteiga esteja à temperatura ambiente)

Pegou na forma de fundo amovível, forrou a base com papel vegetal, deitou a mistura de bolacha e calcou bem até fazer uma caminha perfeita. Levou ao frigorífico.

Entretanto na bimby já lavadinha, juntou o leite, as natas, os ovos, o queijo-creme, a cuajada e o açúcar e programe 7mn/Temp.90Cº/Vel.5. (na falta de bimby é levar estes ingredientes ao lume num tacho e ir mexendo sempre até levantar fervura e ganhar consistência).

Deitou o preparado na caminha de base de bolacha, que depois de arrefecer um pouco, voltou ao frigorifico para solidificar.

Umas horas depois, pegou na compota de romã que também ele próprio fez (ele depois partilha a receita, se quiserem!), colocou por cima do cheesecake maravilhoso, obrigou-me a descascar uma romã (fiquei com as mãos numa lástima, péssimo!) e salpicou o bebé, ficando esta coisa bonita que podem ver na foto!

Eu garanto que não estava só bonita, estava deliciosa!

Beijinhos nossos ❤

quinta-feira, novembro 22, 2018

Wine, food and friends com o Lidl!



Gosto muito de receber amigos em casa, adoro todo aquele ritual que antecede um bom jantar e que me deixa feliz a partir daquele momento em que começo a fazer listas. Eu sou pessoa de listas! 

Entre a lista do que vou servir e a lista do que preciso de comprar, sou muito feliz na minha cozinha enquanto preparo tudo para que seja uma noite agradável, mesmo sabendo que inevitavelmente há sempre alguém (eu no caso) que acaba por passar mais tempo na cozinha. 


E se nunca me importei de andar entre a cozinha e a sala com um copo na mão e a colher de pau no outro, ultimamente desistia da ideia assim que começava a fazer a primeira lista e a Alice pedia a minha atenção no segundo ponto!

Naturalmente que com a chegada da nossa Alice fomos criando rotinas que tentamos não alterar (a bem da nossa sanidade mental!) e a disponibilidade para preparar tudo como eu gosto não é a mesma, mas não é por isso que deixamos de estar com quem gostamos. No sábado passado recebemos amigos cá em casa, descomplicar e desfrutar foram as palavras de ordem e devo dizer-vos que o Lidl nos facilitou muito a vida. 

Para mim a melhor parte do jantar é aquela onde entre conversa boa e muita gargalhada, vamos picando as entradas com um copo de um bom vinho a acompanhar.  Na mesa tivemos húmus, guacamole, focaccia de pesto, camarões e uma tábua de queijos e alguns enchidos. 



Bom vinho não pode faltar numa mesa de amigos e para este jantar tivemos dois convidados especiais que estarão em destaque na semana dos vinhos no Lidl a partir do dia 26 de novembro. O tinto, Espírito do Côa e o branco, Vila Real Premium, ambos vinhos do Douro e que segundo a crítica dos especialistas à mesa (infelizmente eu não posso beber e fiquei cheia de inveja!) são ambos muito suaves e bastante agradáveis!

Como devem saber o Lidl tem vindo a apostar nos vinhos portugueses e tem neste momento uma grande oferta de bons vinhos a preços muito convidativos e por isso vale mesmo a pena lá passar e abastecer a garrafeira!








Tal como vos disse, a ideia foi mesmo descomplicar e aproveitar cada momento à mesa e por isso desta vez a lista de compras foi toda elaborada com base nos produtos do Lidl e que nesta altura do ano tem a marca maravilhosa Deluxe (que eu adooooroooo) que permite preparar um jantar delicioso sem grande esforço!





Como sugestão final, digo-vos que têm mesmo que experimentar a focaccia de pesto que preparam no forno em menos de 10 minutos, os camarões que basta deixar descongelar e servir e o folhado de salmão e ervas que é de babar!

Terminámos o nosso jantar com um café e um Porto Tawny Armilar 10 anos mas deste momento não tenho foto para partilhar porque o vinho era tão bom que a partir de certa altura ficaram todas tremidas! 

Beijinhos! ❤
  

domingo, novembro 11, 2018

As Super Chefs Ansiosas dos Frescos!


Os super Chefs Gang dos frescos Lidl nasceram com o intuito de sensibilizar as nossas crianças para a importância da alimentação saudável e a verdade é que me parece, pelo menos pelo o entusiasmo que tenho visto por essas redes sociais fora e principalmente sentido cá em casa, que a aposta está mais que ganha!

Dá gosto ver os miúdos armados em mini chefs agarrados às receitas a escolher qual o prato saudável que escolheram preparar. O que nos vale é que as receitas além de saudáveis, são super fáceis e assim ficamos todos felizes!

A Chef Marie Fleur, o Chef João Ameixão, o Chef Simão Lima, a Chef Lady P., o Chef Pedro Melancia e a Chef Ana Naz estão quase a despedir-se, temos só até 18 de novembro para conseguir terminar a coleção, mas cá em casa quisemos aceitar um desafio lançado pelo Lidl e inspiradas numa das 120 cartas com receitas, "criámos" a nossa receita saudável.

A carta que serviu de inspiração foi a que podem ver na mão da Marta na foto aqui de cima. 

As minhas filhas quiseram experimentar hambúrgueres de salmão (algo que fazemos muitas vezes) com pão de batata doce (e eu tremi, pão nunca me sai bem!)


Hambúrgueres de Salmão em Pão de Batata Doce



Pão de Batata Doce

Ingredientes


200 g de batata doce cozida, escorrida e reduzida a puré

1 ovo

2 colheres de sopa de azeite

100g de farinha de linhaça 

80g polvilho azedo

1 saqueta de fermento seco de padeiro

Sementes de sésamo (para colocar na parte de cima do pão e eu esqueci-me!)

Como Fizemos

Fomos juntando ao puré de batata os ingredientes (primeiro os líquidos e depois os secos) e amassámos até fazer uma massa fácil de moldar. Formámos pequenas bolas que foram a levedar cerca de meia hora.

Colocámos as sementes de sésamo por cima (não colocámos porque nos esquecemos!) e levámos ao forno pré aquecido a 200º cerca de 35 minutos.

(como poderão ver pelas fotos, as minhas bolinhas não cresceram, é este o meu problema com o pão, sempre! Mas se tudo correr bem, dará para cerca de 4/ 5 bolinhas)



Hambúrgueres de Salmão 

Ingredientes


4 lombinhos de salmão (uso as supremas de salmão do Lidl)<

Coentros

Cebola a gosto

1 colher sopa de sementes de chia

sal, pimenta

limão


Como Fizemos

Picámos o salmão com a faca (também se pode usar a picadora, mas eu gosto que fiquem pedacinhos maiores), juntámos a cebola e os coentros bem picadinhos, regámos com um pouco de sumo de limão e temperámos com o sal e pimenta. Juntámos a chia e envolvemos até ficar uma mistura homogénea.

Forrámos um prato com película aderente, dividimos a mistura em 6 partes, moldámos cada uma delas em forma de hambúrguer, colocámos no prato, cobrimos com mais película e levámos ao congelador uns 15 minutinhos até fritar.

Acompanhámos apenas com uma salada e molho de iogurte e soube mesmo bem!

Como é desse lado? Estão a fazer a coleção? Já testaram algumas receitas? E os miúdos, têm ajudado?