domingo, julho 08, 2007

Um morango? não obrigada, estou de dieta!


É Verão (nas caraíbas, vá…) e como é Verão, lá começamos a assistir aquele belo fenómeno do “deixa-me lá emagrecer em cinco dias para poder caber no modelito bikini maravilha e dar uns mergulhitos sem correr o risco de causar um tsunami”!

Calma, eu até nem critico quem tenta emagrecer porque não se sente bem como está e que nesta altura é que acorda e vai decidida a cuidar mais de si, eu percebo que seja difícil resistir aos docinhos e os salgadinhos e molhos e tudo mais e que cumprir uma dieta seja muito complicado e que se vá adiando sempre para amanhã, eu até entendo que um belo dia acordem totalmente decididos a perder vinte e dois quilos e a conseguir voltar a caber naqueles jeans de 1920!
O que me faz confusão, na verdade não é confusão, é irritação daquela que me faz coçar a cabeça até ter as unhas limadas, é que gajas (e gajos também, tá!) andem o aninho inteiro a cometer excessos, mas daqueles á grande e cheios de bolas com creme, que não se privem absolutamente de nada, que achem que uma gaja que acompanha um bife com salada em vez de batatas fritas é uma maníaca das dietas e não alguém que talvez se preocupe com a saúde, acordem para a vida quando o sol começa a dar ares da sua graça e se agarrem ás formas luso e ao dreno fast ou lá como se chama essa coisa das ervanárias que promete milagres e que as faz mijar até mais não e que a partir desse dia comecem a olhar para quem come um simples pastel de nata como se essa pessoa fosse um monstro!!!

Oiço estas merdas todo o santo dia!!!

“Ai S. tu a comeres assim um dia destes vais ficar uma baleia! (como se fosse possível!)

E eu respondo… com calma, ainda:

“Eu posso comer tudo que engorda porque nada me engorda, como diz o outro menino!”

E elas insistem:

“ai quando tiveres um filho!!”

E eu:


“já tenho uma filha e até emagreci com a gravidez, vejam lá!”

E elas (que nunca desistem!):


“ah pois, mas é ao segundo! Ao segundo é que é, vais ver!!

Aqui já nem respondo e peço mais uma mousse de chocolate só para chatear! É que se até praí aos 20 a conversa era “ai, tas tão magra! Não comes?”, agora é porque vou de um dia para o outro inchar até rebentar!!


Poupem-me!!!!!!!!

Eu respeito muito quem tenta a muito custo perder ou ganhar peso e sei perfeitamente que é muito difícil, mas há algumas pessoas que enfim…

Se não se sentem bem como estão porque não têm algum cuidado durante o ano todo? Até por uma questão de saúde e não só de imagem! E porque criticam os outros por tudo? Sentem-se menos mal assim?? É que depois acham que sabem tudo de alimentação e que a dieta das sopas é que é! Por favor!!!!!!

24 comentários:

  1. isso chama-se: INvEjOSOS! Ehe h eh eh

    ResponderEliminar
  2. Não podia concordar mais!

    Faz-me confusão as pessoas chegarem a esta altura e correrem para os ginásios, como se em meia duzia de semanas conseguissem ficar em forma! Faz-me confusão deixarem de comer tudo e mais alguma coisa de repente, porque faltam meia dúzia de dias para enfiar o biquini... quando tudo isto deveria acontecer o ano inteiro, se a tendencia é engordar. Mas claro, cada um sabe de si!

    O que me irrita mesmo é exactamente o que referiste... criticarem aquilo que eu como, simplesmente porque eu não engordo! "Vais ficar assim, vais ficar assado"... pois eu tenho 35 anos e ainda não fiquei nem assim nem assado, por isso, deixem-me lambuzar á vontade!

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Elas andam a pesquisar uma magia, que faça a malta inchar só com o olhar...

    ehehehehe

    Que sa fodam!!! Que se privam como os outros!!!

    ResponderEliminar
  4. T-a-l e q-u-a-l...
    Já escrevi um post sobre isso, também.
    Eu sou e sempre fui magra, com tendência para emagracer. Se, por exemplo, saltar uma refeição, noto diferença. No entanto, tenho cuidado com o que como. Porquê? Por uma questão de saúde, obviamente. O "tal" factor que as pessoas esquecem quando comem sem parar. Depois chega a esta altura e admiram-se com as gorduras e acham que com 500 abdminiais e 3 horas a correr por dia vão acabar com elas.... Acabam com elas e com o coração, coitado, que andou o resto do ano a trabalhar devagar, devagarinho....
    E quando nos dizem "ai tás tão magrinha" com aquele ar de "desprezo" tão característico dos gordos? Sim, porque toda a gente se acha no direito de dizer aos outros "tás cada vez mais magra" mas quando lhes dizemos "ai tás tão gorda! quando é que começas a emagrecer???" viram costas e amuam...

    ResponderEliminar
  5. Pois eu sou daquelas que, se não tiver cuidado... vou por aí fora, arranjo umas rodas e serei confundida com um camião TIR. Contudo, no ano passado perdi 10kgs sem saber ler nem escrever, quando dei conta estava um pau de virar tripas e só tinha putos a micar-me.

    Entretanto, fui recuparando e agora, tendo deixado de fumar, a coisa começa a ficar complicada.
    Como é lógico, sei perfeitamente que se comer uns bolitos, não me posso queixar a seguir, porra! A culpa é minha, ponto final! E como não tenho uma ténia de 3 metros no intestino, a "luta" é constante. Sobretudo, procuro não fazer muita asneira, para não ter de pagar caro (à custa da saúde, entenda-se) dentro de alguns anos.

    ResponderEliminar
  6. Mas um colhãozinho rapado aposto ke ja marcharia...



    WWW.MOTORATASDEMARTE.BLOGSPOT.COM

    ResponderEliminar
  7. Ora Viva!!! Um Convite.... Prossegue a votação para as 7 Desgraças do Mundo,,,, até ao momento a se destacarem aleatóriamente: Corrupção, Pedofilia, Fome e Pobreza, Descriminação Social (sexual, racial, etc.), Guerra, Poder (de países ricos), Violencia (doméstica e generalizada), Drogas e Tráfico, Fanatismos (religiosos, etc.), Aquecimento Global (e destruição do planeta, poluição, etc.), Terrorismo.
    Gostariamos de ter o teu voto, opinião,,,, em http://sexohumorprazer.blogspot.com/2007/07/7-desgraas-do-mundo-combater-e.html, obrigado, HCL

    ResponderEliminar
  8. Upa upa! Oh Xo dona Nikki como foi verificado eu não me privo de uma bela sangria acompanhada por um mega hambuerger ali para os lados da costa da caparica, ah pois!!
    Já me preocupei mais em ser magra, hoje preocupo-me em manter uma alimentação minimamente saudavel e nem me privo de um geladinho ou de um chocolate :)

    ResponderEliminar
  9. Pois eu não sou magra, nunca fui e não faço muita questão em ser.
    Mas a magreza dos outros não me afecta! Como alguém já disse isso é pura Inveja!
    Pobrezinhas...

    ResponderEliminar
  10. Como te entendo!
    Sempre fui magra e realmente a inveja é uma coisa muito feia, principalmente daquelas pessoas que desejavam pesar meia dúzia de kilos e que são obcecadas com as dietas: "ai estás tão magra, pareces anoréctica", ou então a bela da frase "a maldade é tanta que nem a gordura fica" e a minha favorita “costumas comprar roupa na secção de crianças?”O mais engraçado é que quando almoçamos todas ficam sempre a olhar para os pratos das outras para ver quem come mais, quem come arroz ou massas e principalmente quem adere ao clube das saladas e das bebidas light. Claro está, o cumulo disto é que se for preciso comem uma folhinha de alface, meia ervilha, café com adoçante e depois enfiam a cara num mega bolo cheio de creme para depois passarem horas a queixarem-se de como a vida é injusta e como não conseguem emagrecer... haja paciência!

    ResponderEliminar
  11. xi... dor de cotovelo e' fodida!

    A malta nao se enxerga? Quanto muito elogiava-te, por teres a forca de vontade de nao enfardar o ano todo e agora nao estar uma baleia a precisar de dieta urgente e poderes dar-te a esses pequenos mimos.

    ResponderEliminar
  12. Sabes que mais, tudo na vida é uma moda, inclusivée as dietas!

    ResponderEliminar
  13. olha, eu sempre ouvi dessas coisas também....tenho 3 filhos e peso 49 kgs....a mais nova tem 15 meses e eu saí da maternidade com os meus jeans tamanho 36....
    Como todos os dias um pacote de bolachas de chocolate (vicio), ponho maionese em tudo...
    Nem me falem em colesterol, porque fiz análises há 2 semanas e estou nos 122 (parece que começa a ser preocupante aos 200)....
    Mas perco peso facilmente, e custa-me imenso recuperar...por isso sei o que é isso...

    ResponderEliminar
  14. Faz parte de um grande conjunto de paranóias sociais contemporâneas. Mas é a realidade que temos... tendo quem encara a alimentação com mais naturalidade ter paciência para ouvir certos comentários :).

    Beijo,

    Rafael :)

    ResponderEliminar
  15. Niki, pura estupidez, a dessas pessoas.
    Eu não faço dietas, tenho sim cuidado com a alimentação e para mim a melhor dieta foi e sempre será o desporto. No meu caso; piscina.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Olha lá, mas tu tens a certeza de que isso são mesmo amigas????

    Olha que se calhar são mesmo só pessoas com quem um dia te cruzas-te...

    ResponderEliminar
  17. Tudo uma questão de disciplina apenas...embora seja complicado por vezes. Há anos que uso o mesmo número de roupa e, quando a sinto a ficar apertada, reduzo ou intensifico desporto. O desastre é comprar número acima...
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  18. lol...
    olhá magra...!
    As vezes também ouço dessas coisas. ignoro e continuo a comer. o prazer é meu! todo meu! :)

    ResponderEliminar
  19. Olha a magraaaaaaaaaaaaaaa, olha a top modeeeeeel!
    ihihihiihhihihihi. Invejosas! É o que é!

    ResponderEliminar
  20. Muita dor de cotovelo...
    Pois a minha mãe teve duas filhas e continua magra, por isso não é ao segundo... Enfim... ignora e entrega a esse prazer que temos na nossa vida: COMIDA!!!

    ResponderEliminar
  21. Aqui vai um convite para participares nos comentários à primeira palavra do “Dicionário Sobre Sexo”,,,,, 1º tema, letra A - “Abstinência Sexual”!!!!
    Link : http://sexohumorprazer.blogspot.com/2007/08/dicionrio-do-sexo.html ,,,, Obrigado,,,,, HCL

    ResponderEliminar
  22. Uma coisa é certa... olhem que nem todos os gordos o são por comerem merdas o ano inteiro!

    E posto isto, peço para ires ler o meu blog... tenho lá um textinho mesmo a propósito!

    ResponderEliminar
  23. Há pessoas que dizem aos outros aquilo que não têm coragem de assumir perante si próprios...

    ResponderEliminar