terça-feira, agosto 28, 2012

A Felicidade é quase nada

Sempre fui uma pessoa de minorias, sempre que tive de escolher entre aqueles que estavam bem vistos e aqueles que de alguma forma precisavam de mim optei pelos segundos. Desde criança que sou assim, nunca deixei de brincar com a Solange que tinha piolhos e andava sempre suja quando todos a excluíam e criticavam porque ela estava sempre sozinha e eu podia minimizar a sua solidão! 

Nunca deixei de ser amiga da Helga anos mais tarde apenas pela sua má fama e por poder ser rotulada da mesma forma porque eu conhecia a sua essência e ela era minha amiga!

Jamais deixo de tomar café com uma colega de trabalho que sempre foi simpática comigo porque todos os outros dizem que é uma cabra cínica!

E se estiver no meio de uma qualquer "batalha" em que de um lado tenho trezentos amigos com uma opinião e do outro apenas um com uma opinião contrária e se perceber que mesmo não tendo 100% da razão consigo, esse amigo que está só precisa de mim ao seu lado, contra tudo e todos e sob pena de ser julgada por tomar partidos e ser acusada de ser parcial, eu vou estar ali para apoiá-lo! Vou estar com ele na presença dos outros e vou chamá-lo à razão quando estivermos sozinhos! Porque para mim é isto que os amigos devem fazer!!! Momentos infelizes todos temos e nem toda a gente tem o dom de embelezar palavras para que aquilo que se quer dizer seja entendido de uma forma menos agressiva! 

Sou uma pessoa humilde, que assume os seus erros e dá a mão à palmatória sempre que for preciso mas não sou ingénua e consigo ver além do que é óbvio e isso é que devia ser inato, o ler nas entrelinhas! E repito, se o importante for estar ao lado de quem não tem razão porque percebo que essa pessoa precisa mais de mim, é desse lado que vou estar, pelo menos perante os outros!
 
Defendo que tudo deve ser discutido amplamente e com profundidade e sempre acreditei que o confronto é o único caminho para que o ser humano possa aprender e até mudar as suas opiniões e há uma coisa que eu não consigo tolerar, a arrogância de todos os que sabendo escrever correctamente, manter uma conversa cordial e educada se esqueçam e critiquem aqueles que não tiveram talvez as mesmas oportunidades de vida e que o mais certo é que esse seja um dos motivos porque se conseguem fazer entender por poucos!

A Felicidade é quase nada e mesmo que dure alguns minutos, segundos, devemos alimentar a nossa memória com ela e eu sei que já contribuí para a felicidade de muita gente com pequenos gestos! Se tenho perdido muito com esta minha personalidade? Talvez, mas o mais certo é que tenha perdido aquilo que não me fazia falta e sabem o que é mais importante? É eu chegar à cama, deitar a cabeça na almofada e dormir profundamente porque é a minha consciência que conta!

*Foto google images

8 comentários:

  1. Acreditar nos nossos valores e não seguir as modas, sermos nós mesmas para não ir de encontro com o que acreditamos e damos valor. É isto que faz com que durmas tranquila. Bj**

    ResponderEliminar
  2. como te entendo,sou assim tambem,prefiro o lado dos mais fracos,do que os fortes que se conseguem defender sozinhos,mas acima de tudo,conhecer a pessoa,e nao ir em conversas de A,B ou C...tenho que tirar as minhas proprias conclusoes,nao desprezo as pessoas,so porque alguem diz que folano tal nao presta!!

    ResponderEliminar
  3. Bem como eu te entendo. Nunca desprezei ninguém só porque A tem uma classe social diferente ou porque B tem uma fama duvidosa. Nunca liguei muito a isso, e serei sempre amiga das pessoas que precisam realmente de mim e nunca irei abandonar um amigo numa altura dificil da vida, pois para mim aí é que está a verdadeira amizade. Os amigos não são só para as alturas boas da vida, são também para as alturas más. Não será nessas alturas más que se precisa mais de amigos? Dá trabalho sim, entrar no problema dos outros mas os amigos são mesmo assim. Tenho pena que muita gente só tenha disponibilidade para ser amigo na parte boa da vida das pessoas. Mas num dia passam por um momento mau e não teram amigos nenhuns para a ajudarem a levantar, por isso é que nesta vida as pessoas mudam de amigos como se muda de roupa interior!

    ResponderEliminar
  4. Nem mais...e mais nem preciso de escrever!
    Beijocas nossas ;)

    ResponderEliminar
  5. Conhecendo bem as decisões que tomas, já que as minhas são iguaizinhas, digo.te: nunca mas nunca te arrependas delas. Às vezes custa.nos "pessoas" que não sabem estar nos dois lados das barricadas que formam, mas és fiel a ti e as relações que crias e que criam contigo são mais saudáveis, porque quem te importa sabe que não cedes a hipocrisias. :)

    ResponderEliminar
  6. Gostei desta forma linda de estar na vida!
    Parabéns por seres assim e... muitos beijinhos!

    ResponderEliminar