quarta-feira, setembro 09, 2015

Mykonos - A ilha branca (repost)


Há um ano escrevi isto, completamente apaixonada por esta ilha. Tenho e terei sempre boas memórias desta viagem quer algumas pessoas queiram, quer não. Lamento, mas das minhas memórias ninguém me exclui.

Mantenho cada palavra que escrevi há um ano, reforçando apenas a minha enorme vontade de lá voltar, mas com a certeza de que será acompanhada por quem queira criar e manter memórias comigo.

***

Quem me segue no facebook e/ou instagram sabe que estive pela Grécia na semana que passou e pelas fotos que fui publicando, já adivinha que só posso vir cá contar maravilhas!

A Grécia sempre fez parte da minha lista de viagens de sonho, e acabou por acontecer mais rápido do que alguma vez poderia imaginar e só me fez ficar com a certeza de que quero conhecer mais! 

O principal motivo destas férias de sonho, foi o maravilhoso casamento que me deu a oportunidade de visitar um lugar mágico (mas do casamento conto-vos depois porque merece um post inteirinho só para ele)! 

Mykonos Superou de longe as minhas expectativas e olhem que eram bem altas!

Depois de três voos, lá aterrámos no pequeno, mas movimentado aeroporto de Mykonos e deu logo para perceber o ambiente cool que se respira na ilha. 

Seguimos para o Resort e como chegámos já de noite, só pela manhã tive a confirmação de que tínhamos realmente aterrado no paraíso! 






O local era tão mágico e a piscina e praia quase privada tão fantásticas, que se ficássemos só por ali, seria uma experiência igualmente fabulosa. Claro que estar ali e não conhecer o máximo que se conseguir da ilha, é parvoíce e para isso já tínhamos carros e motos alugados.





Mykonos é conhecida por ser uma ilha gays friendly, mas eu acho essa definição  só por si redutora, para mim é uma ilha kids friendly, familly friendly, tudo junto em boa disposição porque todos são bem vindos e livres para fazer o que lhes der na real gana!

O nosso grupo era grandito e dele faziam parte 5 crianças, na primeira praia onde passou por nós um homem nu, aquilo causou alguma curiosidade, mas às tantas desataram-se todas a rir e dali para a frente já ninguém ligou nenhuma ao à vontade de algumas pessoas!

A ideia de que não é um destino para onde viajar com crianças, para mim não faz sentido, a não ser claro, que se vá com a ideia de viver la vida loca!




Chora é o centro da ilha, com ruelas maravilhosas onde predominam as cores branco e azul (como em toda a ilha, aliás), lojas deliciosas, tudo com uma beleza daquelas que nos dá uma paz interior incrível e que infelizmente no meu caso, era quebrada pela terrorista que levei comigo, de seu nome Marta!

Achei os gregos no geral, um pouco ansiosos e de fácil irritação (me identifiquei, sei lá!) mas em Chora, até nos cruzámos com alguns bastante simpáticos!







Este é o "Zé Manel" que foi muito simpático e nos deixou ir, a mim e à minha amiga Márcia, fazer xixi ao wc do bar, "just because your beautiful"!


Tenho tanto mais para vos contar, tantas fotos para mostrar, que vou ter que ir fazendo vários posts! 
Quero contar-vos do casamento, quero falar-vos dos gatos, tantos, que moram na ilha, quero, mas nunca conseguirei mostrar-vos o tamanho da beleza daquela ilha que ao olhar de cima me pareceu só uma terra seca e sem nada para ver!

Ia já hoje outra vez, nota-se muito?




















Sem comentários:

Publicar um comentário