quinta-feira, janeiro 14, 2021

10 plantas resistentes e (quase) impossíveis de matar

Gostas muito de plantas, queres ter a casa mais feliz, bonita e verde mas continuas a dizer que não vais conseguir manter viva nem uma planta de plástico? Então este post é para ti!

Nem imaginas a quantidade de mensagens que recebo a lamentar a falta de jeito que algumas pessoas pensam que têm para cuidar de plantas! 

É preciso acabar com esta limitação que começa mesmo antes da experiência, até porque com calma, amor e a escolha certa, qualquer pessoa consegue!

O primeiro truque começa na escolha das plantas que vais adoptar e hoje dou-te uma ajuda falando de 10 plantas, que na minha opinião, são a escolha certa para quem quer começar o seu jardim particular.


1. MONSTERA DELICIOSA 

É quase sempre a minha primeira sugestão, não só porque é linda, mas também porque foi a minha primeira planta há uns anos, tenho um carinho muito especial por ela e sei por experiência própria que é fácil de cuidar.

Viverá feliz se a colocares perto de uma janela com luz indireta, mantendo o substrato húmido (sem encharcar, na dúvida usa a técnica maravilhosa do espetar o dedo na terra).

Limpa regularmente as suas belas folhas com um pano molhado em água morna. Deves fazer isto não só por uma questão de higiene e estética, mas também para que a planta consiga fazer corretamente a fotossíntese, gerando assim o "alimento" que vai permitir que cresça saudável.   

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


2. POTHOS 

Jiboia como é conhecida no Brasil, Epipremenum como é encontrada na wikipedia ou até "Rainha Dourada" como tantos a conhecem.

Quase que arrisco dizer que esta trepadeira é a planta mais fácil de manter e qualquer pessoa consegue que cresça feliz e linda!

Não exige grande manutenção e adapta-se bem a quase todos os ambientes mas não gosta do frio em exagero, é como eu e prefere o calor!

Se a colocares em vaso com tutor, verás com o tempo que as suas folhas vão crescer mais largas, mas suspensa também fica linda e dá um toque especial á decoração do espaço.   

Bónus, diz-se que esta é uma planta protetora, mas disso falo-te num outro post! 

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


3. ZAMIOCULCA

Zezinha para os amigos! 

Tenho que vos confessar que não é das minhas preferidas, mas que é uma das mais resistentes, lá isso não posso negar. Mesmo nos cantos mais sombrios ela se mantém fresca, feliz e sem grandes exigências.

Água uma vez por semana, limpeza das folhas e lá está ela brilhante e encantadora!

 

4. LÍRIO DA PAZ

Esta é daquelas plantas fofinhas que te vai dizer quando precisa de água, basta observares as suas folhas e se estiverem "murchas", já sabes, tem sede!

Limpa regularmente as suas folhas, corta as que estiverem amareladas ou castanhas (isto quase sempre indica luz a mais) e será feliz até no canto mais sombrio da casa, já que não é fã de luz solar.

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


5. MONSTERA MINIMA | RAPHIDOPHORA TETRASPERMA

Esta menina é uma das minhas preferidas, normalmente não é sugerida como sendo uma planta de fácil trato, mas eu acho isso tão injusto que não podia deixar de a incluir na minha lista de sugestões!

É linda e aprecia muita claridade, mas não gosta de sol direto. Com os suportes certos ela vai trepar e tornar o espaço que escolheres para ela digno de capa de revista!

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


6. MONSTERA ADANSONII MONKEY LEAF

Sim, é mais uma monstera especial que tem sido um sucesso cá em casa, cresce imparável e vai dando à luz vários filhinhos que tenho oferecido a amigas, por tudo isto, é claro que tenho que a sugerir!

Gosta de calor e de um ambiente mais húmido, mas não suporta os raios de sol diretos, especialmente nas horas de maior calor. No verão adora que a borrifes de vez em quando! 

Rega frequente mas em pouca quantidade, basicamente o mesmo truque para quase todas, manter a terra sempre molhada sem afogar!

Sugiro que uma semana depois (mais ou menos) após trazeres esta planta para casa, a mudes para outro vaso com novo substrato.

A minha gosta muito que lhe cante aquela canção: "cinco macacos estavam a saltar, numa teia de aranhaaaaa"! :)

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


7. CACTOS  


Como sabemos, o facto de armazenarem muita água permite que não seja necessária uma rega frequente e às vezes acabamos até por nos esquecer que estão ali e eles lá continuam grandes e maravilhosos!

A única dica que tenho para te dizer e que talvez não vá agradar, é que não recomendo que tenhas os cactos dentro de casa. Num parapeito de uma janela, num quintal, numa varanda sim, até são protetores, dentro de casa sempre me disse uma pessoa muito sábia que não é bom, os espinhos têm uma energia repelente e de defesa o que poderá criar conflitos entre a família.   


8. SANSEVIÉRA  


Aguenta calor, aguenta frio, adapta-se a quase todos os ambientes, apenas precisa de rega quando o substrato estiver seco e sem grande necessidade de cuidados vai proteger-te de más energias (mas mais uma vez te digo que disto falaremos para a próxima!).

Atenção* Se tens animais ou crianças muito cuidado porque esta planta é tóxica. 


9. SAMAMBAIA

Adora sombra e humidade mas precisa de receber os raios de sol de forma indireta. A minha está perto da janela onde tem bastante claridade indireta e tem-se dado lindamente.

De vez em quando leva-a até à a banheira e dá-lhe uma banhoca de água morna, vai sentir-se na floresta tropical e agradecer-te com folhinhas bem brilhantes e saudáveis!

Dica esotérica, nunca a coloques suspensa sobre um local de passagem ou sobre uma cadeira/ banco/ sofá.


10. CLOROFITO



Já vos falei desta menina que além de ser um maravilhoso purificador de ar natural, é das  mais resistentes, tolerando até a falta de cuidado e ar condicionado.

São perfeitas para cozinhas, já que ajudam a eliminar os maus odores o que pode ser muito bom na altura de fazer fritos, por exemplo!

Não necessita de sol direto e se a regares duas a três vezes por mês deverá ser suficiente, de qualquer forma já sabes, usa o dedo para perceberes como está o solo!